sábado, 18 de dezembro de 2010

13) Primeira vez com o amigo de 14 anos bem dotado.

Esta historia que vou contar aconteceu comigo no inicio de 2005, quando eu tinha 15 anos. Eu nunca tinha me relacionado com um homem, so tinha ficado com uma garota, apesar de nao gostar muito. Eu estava cursando o 1 ano e tinha acabado de mudar para um colegio novo, somente de ensino medio, logo todos da minha turma tambem eram novatos. Nesse colegio eu acabei conhecendo o Marcos, de 14 anos, ele tinha 1,68 de altura, moreno, olhos verdes e musculos bem definidos. Nao tinha pinta nenhuma de ser gay. Eu acabei virando seu amigo e fiquei interessado nele, mas nao falava nada com ele. Nós sempre conversavamos durante as aulas, e muitas vezes a conversa acabava sendo sobre sexo. Ele ja havia me contado muitas coisas bem intimas, feito algumas brincadeiras que me deixabam doido. Eu jogava algumas indiretas nele, ja havia comentado com ele que ele devia ser bem dotado, pois dava para ver um volume meio anormal em sua bermuda, mas sempre falava meio que de brincadeira, pois nao podia me expor.

Com o passar do tempo fui me interessando mais ainda por ele, estava louco de tesao, na educação fisica, quando ele tirava a camisa eu ficava doido, seu corpo era perfeito, não era muito musculoso, mas era bem definido.

Nas aulas não conseguia tirar o olho dele, e de seu enorme volume entre as pernas, eu ficava vendo a forma e imaginando onde estava o pau e as bolas. O numero de indiretas foi aumentando, mas ele não dava sinal de entender, ele devia achar que era de brincadeira.

Mas um dia tudo mudou. Nos estavamos na semana de prova e como eu era bom em física ele me chamou pra estudar em sua casa. Eu fui la e ficamos estudando algum tempo. Quando sua irmã saiu e ficamos sozinhos em casa ele falou pra pararmos um pouco que ele ja estava cansado. Como estava calor ele tirou a camisa, expondo seus musculos, e deixando ver uma parte da cueca branca que estava usando, me deixando doito. Nos começamos a conversar sobre sexo, sobre as garotas gostosas da sala, eu eu sempre olhando seu pau disfarçado, pra ver se ficava duro. Ate que ele percebeu, e perguntou se eu queria ver, eu levantei espantado e falei que nao, pois era homem. Nisso ele veio na minha direção, falando que nao precisava esconder, ele sabia que eu estava interessado nele. E eu sempre negando. Ele foi se aproximando, falando pra eu ficar calmo, que ele também estava afim, que ele também nunca tinha ficado com outro homem e que nao ia contar nada a ninguem. Nisso ele pos a mão no meu pau, que já estava duro; eu nao resisti, o abracei e começamos a nos beijar, ele me ajudou a tirar minha camisa, e comecei passar a mão nas suas costas, fui descendo ate sua bunda, que era durinha, ele fez o mesmo. Passei a mao no seu pau, que estava ficando enorme, fui sentindo ele pulsando e crescendo.

Nisso eu fui descendo, passando a mao em seu peito, lambendo seus mamilos, desci ate sua barriga, que era durinha, passei a mao e fiquei lambendo seus pelos pubianos. Ai eu nao resisti mais e abri sua bermuda, fui abrindo aos poucos, pude ver sua cueca branca e o enorme volume, fui descendo ela mais e vi sua coxa, que era musculosa e com poucos pelos, finalmente tirei ela e joguei pro lado.

Eu fiquei admirando o enorme volume em sua cueca branquinha, fiquei passando a mao no seu pau, entao comecei a lamber o volume da cueca, fiquei passando minhas maos em suas coxas e em sua bunda.

Como não podia esperar mais eu fui tirando sua cueca, pude ver os pelos em cima do pau (que não eram muito grandes, pois ele mesmo falou que cortava um pouco), ai eu tirei a cueca toda, e vi akele monstro em minha frente, e pra minha surpresa nao estava completamente duro ainda, ele foi crescendo mais, a cabeça foi apontando pra fora, era enorme e vermelha, e ja estava um pouco molhada, pois ele estava muito excitado. Quando ficou completamente duro eu vi que devia ter uns 17 cm (pra mim era muito grande, ja que o meu tinha apenas 14, e eu nunca tinha visto outro ao vivo), e era muito grosso. Ai eu nao resisti mais e comecei a chupa-lo, fiquei chupando e passando minha mao entre suas coxas, massageando seu saco, suas bolas que eram enormes, fui passando minha mao em sua bunda, e ele dando uns gemidinhos de prazer. Comecei a chupar seu saco, suas bolas, fui lambendo todo o penis ate chegar na cabeça. Fiquei lambendo ela, e com a mao fui fazendo um movimento de vai-e-vem no corpo do pau, eu fui sentindo sua cabeça crescer em minha boca, pulsando cada vez mais, e ele falando pra continuar que estava adorando. Eu continuei chupando a cabeça cada vez mais, com uma mao eu fazia o movimento no seu pau e com a outra fiquei passando no interior de suas coxas, massageando o saco e suas bolas, que tambem estavam maiores. Eu continuei e vi que ele nao estava mais aguentando segurar, percebi que ele ia gozar, entao veio aquele enorme jato de porra quente em minha boca, que eu enguli tudo. Ele estava gemendo de prazer, e como a porra era muita eu afastei meu rosto de seu pau, os jatos de porra continuavam vindo em meu rosto, escorrendo ate meu peito, eu ficando doido com aquela porra quentinha. Quando ele parou de gozar ele sentou na cama e fiquei vendo seu pau ficar mole novamente.

Ai eu pedi pra comer ele, mas ele disse que nunca tinha feito isso e não faria, eu fui insistindo com ele, falei que ia gostar, e que depois eu daria pra ele tambem, nisso ele aceitou. Ele ficou de quatro e apoiou sua barriga na cama. Entao eu tirei minha bermuda e minha cueca, peguei a porra que tinha escorrido em meu peito e passei no meu pau, que ja estava pulsando de tesão, peguei mais porra e passei na bunda do Marcelo pra lubrificar. Como ele estava meio nervoso eu enfiei um dedo em seu cu, pra ele ir se acostumando,entao eu peguei meu pau e comecei enfiar minha cabeça em seu cu, so que antes que eu pudesse enfiar alguma coisa eu gozei na bunda dele, pois eu ja estava louco de tesao.

Como meu pau tinha ficado mole eu pedi pro marcelo chupar ate ele ficar duro, ele nao queria, mas eu falei que eu ja tinha chupado ele, agora era sua vez, entao ele topou. Eu me deitei na cama, ele pegou meu pinto mole e pos em sua boca e começou a chupar, ficou lambendo a porra que estava espalhada nele, lambeu minhas bolas, e ficou chupando meu pau e passando suas maos em meu corpo e em minhas coxas. Depois de uns cinco minutos nisso meu pau ficou novamente duro.

Eu pedi pra ele parar de me chupar, mandei ele cuspir um pouco em minha mao, ele ficou de quatro na cama novamente, passei a saliva em sua bunda e comecei a enfiar a cabeça de meu pau, fui fazendo um pouco de força, ate que a cabeça entrou com um gemido dele, eu deixei so a cabeça por um tempo, ate ele se acostumar, depois fiz mais um pouco de força e enfiei todo resto do meu pau eu seu cu, desta vez ele deu um gemido maior. Deixei assim um tempo, e fiquei passando minha mão em sua bunda e nas suas costas. Depois de um tempo eu comecei a fazer o movimento de vai-e-vem, ele ficou gemendo, falando que estava doendo, e eu disse que com o tempo ele se acostumava. Continuei metendo, seu cu era delicioso. No inicio estava um pouco dificil, mas com o tempo ele foi se acostumando e seu cu ficou mais macio. Como ele estava deitado com a barriga na cama, seu pau estava esfregando nela, acompanhando meu movimento. Ele ficou gemendo e pedindo pra eu fazer mais rapido que ele ia gozar, fui fazendo mais rapido, tirando e enfiando meu pau ate o fim, com um gemido dele eu percebi que ele havia gozado, e continuei mentendo. Como eu ja tinha gozado antes eu fiquei comendo ele por um bom tempo sem gozar, fui ficando cansado e comecei a ficar mais devagar, e falei com ele que estava cansado.

Entao ele me pediu pra sentar na beirada da cama, eu tirei meu pau de seu cu e me sentei na cama, em cima da porra que ele havia gozado e que ainda estava quente, me dando uma sensação deliciosa. Entao ele pegou um pouco da porra que estava no seu pau e na sua barriga e espalhou em seu cu e no meu pau, e foi lentamente sentando de costas em meu colo, quando ele encostou sua bunda no meu pau eu o ageitei com a mao, para que o pau entrasse no seu cu, entao ele sentou de uma vez, soltando um pequeno gemido, e começou a subir e descer, gemendo de prazer. Suas costas esfregando em meu peito me deixava doido. Enquanto ele fazia isso eu fui passando minhas maos em seu peito, na sua barriga, em seus pelos, e no seu pau, que novamente estava enorme. Eu fiquei masturbando ele enquanto o comia, nos deixando com mais tesao ainda. Quando eu estava quase gozando eu parei de o masturbar e com as maos em seu quadril fui ajudando ele, deixando num ritmo mais prazeroso, depois de uns cinco minutos assim eu ja nao aguentava de tesao e gozei tudo dentro de seu cu, quando ele sentiu que eu havia gozado ficou sentado um pouco mais em meu colo, descansando.

Depois de um tempo ele se levantou, a porra ainda quente escorrendo de seu cu. Eu passei a mao em sua bunda, pegando a porra e passando em seu enorme pau, entao ele tambem pegou um pouco da porra que escorria na sua bunda e mandou que eu ficasse de quatro. Eu me deitei em cima da porra que ele havia gozado antes, ele passou a porra no meu cu, e o ficou massageando por um bom tempo. Entao ele pegou seu pau e comecou a esfrega-lo no meu cu, me dando muito prazer. Pouco a pouco ele foi enfiando a enorme cabeça no meu cu, a deixou um tempo ate eu me acostumar, e de uma vez so enfiou o resto de seu pau. Eu senti seus saco batendo em minha bunda, com suas enormes bolas, seus pelos pubianos esfregando em mim. A dor no momento foi grande, mas uma dor gostosa, foi otima a sensacao de ter aquele enorme pau todo enfiado no meu cu. Ele entao começou a fazer o vai-e-vem, aquele enorme pau no meu cu, entrando e saindo, com bastante força me deixou louco, gozei com 5 minutos. ELe continuou, eu sentia seu pinto entrando ate minha alma, quando ele tirava ele por completo e o enfiava novamente eu sentia o volume de sua cabeça no meu cu, ela estava quente e pulsando, eu podia sentir suas veias. Com 20 minutos eu percebi que ele estava ficando mais rapido, sua cabeça tinha ficado ainda maior. Entao ele deu uma estocada mais forte e soltou um gemido, suas bolas bateram fortemente contra minha bunda, senti um jato quente no meu cu, a sensaçao foi otima, os jatos de porra entrando em meu cu. Ele danto altos gemidos de prazer.

Eu fui sentindo o volume diminuir, entao ele tirou o seu pau lambuzado de porra do meu cu e deitou ao meu lado.Ficamos deitados um tempo descansando.

Entao fomos tomar banho juntos, eu o ensaboei todo, especialmente seu pau, que estava mole. Ficamos nos beijando, nos esfregando, rolou algumas punhetas mas nao gozamos. Terminamos de tomar banho, nos vestimos, entao voltei pra minha casa.

Nao precisa nem dizer que fui mal na prova no dia seguinte...

Um comentário:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk viado mentiroso era marco e depois marcelo affe

    ResponderExcluir